Higiene bucal e as doenças do coração

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Pesquisas recentes comprovam que a higiene bucal está absolutamente associada as doenças do coração. Você sabia disso?

 

Foi descoberto pela ciência, após anos de estudo intenso, que as pessoas que negligenciam uma cuidadosa e diária higiene bucal possuem muito mais chances de desenvolverem problemas cardíacos do que aqueles que possuem esse cuidado.

 

Por isso, o presente artigo abordará um tema que requer toda sua atenção, ou seja, a higiene bucal e as doenças do coração.

 

Quantas pessoas não faleceram devido a problemas no coração? Quantas poderiam evitar a morte se tivessem atenção ao tempo que disponibilizam para cuidar da assepsia da boca e dos dentes?

 

Leia atentamente o texto que se segue e tire todas as suas dúvidas a respeito desse assunto fascinante e importante ao mesmo tempo!

 

Para facilitar a compreensão do assunto, optamos por dividir o texto nos seguintes tópicos:

 

  • Como realizar uma excelente higiene bucal de forma a evitar complicações secundárias?
  • Por que devo estar sempre em contato com um dentista?
  • Quais as doenças do coração mais comuns associadas a falhas na higiene bucal.
  • Considerações finais

 

Sendo assim, não perca tempo! Leia e mantenha-se bem longe dos terríveis problemas cardíacos!

 

Como realizar uma excelente higiene bucal de forma a evitar complicações secundárias?

 

O cuidado com a boca e com os dentes deve ser frequente ao longo do dia, uma vez que em muito pouco tempo os acúmulos de bactérias nocivas podem causar grandes estragos na dentição, na gengiva, na língua e com o tempo, afetar diretamente o próprio coração.

 

Por isso, uma higiene bucal regular adequada e diária é fundamental para afastar muitos problemas comuns e cardíacos!

 

Para começar devemos escovar os dentes ao menos três vezes ao dia, principalmente após as principais refeições, com uma pasta de boa qualidade e uma escova adequada a nossa dentição. Consulte um dentista a esse respeito, certamente ele poderá indicar a escova correta para o seu caso em especial.

 

Devemos também utilizar um bom fio dental para que possamos remover as partículas de alimentos que se prendem entre os dentes e que podem causar diversos males, tais como: cáries, tártaros, mau hálito, gengivite, etc.

 

Vale lembrar também que dependendo da preferência da pessoa e do espaçamento natural que ela possui entre os dentes, ela poderá optar entre o uso do fio dental ou fita dental.

 

Um enxágue bucal de qualidade também deve ser considerado, pois ele ajudará a eliminar as bactérias que não foram absolutamente removidas durante a escovação tradicional.

 

Não devemos esquecer da língua! Ela acumula muitas bactérias! Vale a pena investir num “limpador de línguas” vendido em qualquer farmácia.

 

Por fim, evite ingerir alimentos extremamente quentes ou congelados, pois tais temperaturas bruscas não são saudáveis para a boca e a garganta em si.

 

Por que devo estar sempre em contato com um dentista?

 

Essa é uma pergunta muito oportuna, pois a visita regular a um dentista é fundamental para a boa saúde. Isso se chama manutenção.

 

Tal manutenção evita que problemas fáceis de tratar se tornem difíceis e qualquer problema poderá ser tratado em sua fase inicial, de forma mais tranquila e inclusive muito mais barata!

 

Além disso, o dentista poderá realizar procedimentos de limpeza, aplicação de fluor, clareamento dos dentes, ou seja, tudo o que for necessário para a correta saúde bucal.

 

Quais as doenças do coração mais comuns associadas a falhas na higiene bucal?

 

O que ainda poucos sabem, mas esse artigo tentará ajudar na divulgação de informações corretas, é que as bactérias nocivas à saúde não tratadas e presentes na boca podem migrar através da circulação sanguínea da cavidade bucal até o coração.

 

Para termos noção de como esse assunto é importante, o próprio Instituto do Coração em São Paulo (INCOR) divulgou uma pesquisa onde afirma que 45% dos pacientes com doenças cardíacas atendidos tinham a origem dos seus problemas na cavidade bucal, por conta de canais comprometidos, cáries profundas ou mesmo gengivas inflamadas.

 

Sendo assim, tais doenças cardíacas podem variar bastante, podendo levar inclusive ao mais temido: o infarto.

 

Considerações finais

 

Sempre tivemos a consciência da importância de mantermos em dia a saúde bucal, cuidando bem não só dos dentes, mas de toda a cavidade bucal. Com os novos estudos que comprovam a intrínseca relação dessa área do corpo com o coração, percebemos então que essa atenção deve ser redobrada![/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Posts Relacionados

FALE CONOSCO

FORMULÁRIO DE CONTATO

Encaminhe uma mensagem preenchendo o formulário abaixo,
ou se preferir, entre em contato através dos nossos telefones ou e-mail.

© 2019 Equilibre Odontologia. Todos os direitos reservados | Responsável Técnico: Dr Jose Carlos Lamouche CRO 37.236 CRO Clínica: 7728<br>
Dentista na República – Dentista no Centro de São Paulo – Dentista no Centro – Dentista na Avenida Ipiranga – Dentista em São Paulo