Sensibilidade Dentária

Sabe aquele incômodo que você sente, quando toma sorvete, ou bebe um café bem quente? Essa sensação é chamada de sensibilidade dentária, e é mais comum do que se imagina.

No Brasil, cerca de 40% da população sofre com a sensibilidade dentária, caracterizada como uma dor no dente ao ingerir alimentos ou líquidos muito quentes, muito gelados, ácidos ou muito doces. Mas o que fazer, para não sentir mais dores no dente nessas situações?

A sensibilidade dentária, é um problema que pode se desenvolver ao longo da vida, ou pode acontecer após os tratamentos profissionais de clareamento, restauração e limpeza dental, por exemplo.

O fato é, esse problema pode tornar o momento de beber e comer bem doloroso, e em situações mais graves, até mesmo atividades diárias de higiene bucal como escovar os dentes, passar fio dental e fazer bochechos podem causar grandes desconfortos.

O que pode causar a sensibilidade dentária?

Uma das principais causas da sensibilidade dentária, é o desgaste do esmalte do dente, o que deixa a dentina, camada ligada ao nervo central do dente (polpa), em maior contato com alimentos e bebidas.

Quando o esmalte está mineralizado, o dente fica forte e impermeável. Mas quando desgastado, o dente tende a ficar frágil, provocando dor e desconforto nos pacientes.

Entre outras causas da sensibilidade dentária estão:

  • Abfração Dental: perda da estrutura dentária associada ao estresse mastigatório em cada dente. É causada pela força da mastigação que rompe as ligações químicas dos cristais de esmalte, levando à perda de estrutura.
  • Erosão Dental: perda da estrutura dentária, devido ao contato químico com substâncias ácidas (bebidas e frutas cítricas, regurgitação, etc).
  • Retração gengival: a exposição das raízes dos dentes causada pelo desgaste da gengiva
  • Bruxismo: hábito de ranger ou comprimir os dentes, durante o sono ou, em casos mais raros, durante o dia
  • Escovação incorreta:  utilização de pasta de dente muito abrasiva, escovação agressiva ou desgaste por escovar os dentes mais vezes que o necessário.
  • Desgaste do esmalte: causado pela ingestão de alimentos ácidos
  • Gengivite: inflamação na gengiva
  • Presença de cáries

O que fazer para evitar o desgaste do dente?

Em geral, a sensibilidade dos dentes pode ser tratada e curada, mas considerando que a sensibilidade dentária pode ter diferentes causas, somente após uma consulta, o dentista poderá indicar o melhor tratamento para a sua sensibilidade.

Normalmente, o profissional irá prescrever flúor em gel ou um enxaguante bucal com flúor. Mas em casa mesmo, você pode adotar umas medidas que podem evitar ou aliviar as dores de sensibilidade. Basta ter uma mudança de hábitos como:

  1. Escovar os dentes de maneira adequada
  2. Usar uma escova de dente com pontas arredondadas e cerdas extra macias para evitar a erosão dos dentes
  3. Escolher uma pasta dental especial para dentes sensíveis, com flúor
  4. Evitar bebidas ácidas como energéticos, refrigerantes, isotônicos, sucos ácidos (de frutas como limão, laranja e abacaxi)
  5. Não temperar a salada com vinagre
  6. Evitar o uso de clareadores, soluções caseiras para redução da dor ou produtos dentais sem recomendação do seu dentista.

Quem nunca teve aquela dorzinha chata após tomar ou comer algo gelado ou quente demais?  Apesar de causar dores bem desconfortáveis, algumas pessoas ainda ignoram a dor provocada pela sensibilidade dentária, por acharem que se acostumaram com ela ou mesmo por desconhecer que o problema pode ser tratado.

Porém, não tratar a sensibilidade dentária faz com que a higiene bucal seja comprometida, o que pode provocar o surgimento de cáries e de problemas bucais mais sérias, como a periodontite.

Consulte seu dentista frequentemente, realizando um Check-Up Digital. Conte a ele sempre que tiver com algum problema dentário e informe-se sobre os corretos hábitos de escovação e uso de fio dental.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Posts Relacionados

FALE CONOSCO

FORMULÁRIO DE CONTATO

Encaminhe uma mensagem preenchendo o formulário abaixo,
ou se preferir, entre em contato através dos nossos telefones ou e-mail.

© 2019 Equilibre Odontologia. Todos os direitos reservados | Responsável Técnico: Dr Jose Carlos Lamouche CRO 37.236 CRO Clínica: 7728<br>
Dentista na República – Dentista no Centro de São Paulo – Dentista no Centro – Dentista na Avenida Ipiranga – Dentista em São Paulo